Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

Term Structure of Sovereign Spreads - A Contingent Claim Model

Katia Rocha, Francisco Augusto Alcaraz Garcia, José Paulo Teixeira

Resumo


Este trabalho propõe um modelo estrutural para estimar a estrutura a termo e a probabilidade implícita de default de países emergentes que representam, em média, 54 % do índice EMBIG do JPMorgan no período de 2000–2005. A taxa de câmbio real, modelada como um processo de difusão simples, é considerada como indicativa de default. O modelo calibrado gera a estrutura a termo dos spreads consistente com dados de mercado, indicando que o mercado sistematicamente sobre-estima os spreads para o Brasil em 100 pontos base na média, enquanto para México, Rússia e Turquia reproduz o comportamento do mercado.

Texto completo:

PDF (English) PDF


Fundação Getulio Vargas  EPGE - Praia de Botafogo 190, 11º andar - Tel.: (21) 3799-5831

 

ISSN 0034-7140 (print) ISSN 1806-9134 (online)