Revisitando a Mobilidade Intergeracional de Educação no Brasil

Authors

  • Rodrigo Mahlmeister Centro de Políticas Públicas - Insper (CPP/Insper) Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade - Universidade de São Paulo (FEA/USP)
  • Sergio Guimarães Ferreira Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)
  • Fernando Veloso Instituto Brasileiro de Economia - Fundação Getúlio Vargas (IBRE/FGV)
  • Naercio Menezes-Filho Centro de Políticas Públicas - Insper (CPP/Insper) Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade - Universidade de São Paulo (FEA/USP)
  • Bruno Kawaoka Komatsu Centro de Políticas Públicas - Insper (CPP/Insper) Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade - Universidade de São Paulo (FEA/USP)

Keywords:

Mobilidade Intergeracional, Mobilidade Educacional, Educação, Desigualdade

Abstract

Neste artigo apresentamos evidências recentes acerca da mobilidade inter-geracional no Brasil. Verificamos que o grau de persistência educacional se reduziu substancialmente desde os anos 1990, para todas as regiões, raças e situações de domicílio. Isso se explica pelo aumento da escolaridade de filhos dos pais pouco educados e pela estabilização da escolaridade dos filhos de pais mais educados em 11 anos de estudo. Apesar disso, a mobilidade ainda é menor para os filhos de pais menos escolarizados. Por último, atestamos um aumento da mobilidade educacional nas gerações mais jovens.

Published

19-06-2019

Issue

Section

Articles