Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

Os Programas de Transferência de Renda do Governo Impactam a Pobreza no Brasil?

Emerson Marinho, Fabricio Linhares, Guaracyane Campelo

Resumo


Os programas de transferência de renda são considerados políticas públicas importantes para a diminuição da pobreza no Brasil. No entanto, alguns críticos argumentam que esses programas são ineficazes em função de grande parte dos recursos não serem destinados aos verdadeiramente pobres ou porque geram o fenômeno da armadilha da pobreza. Este artigo analisa se os resultados desses programas obtiveram êxito no combate a pobreza, controlando por outros determinantes tais como crescimento econômico, desigualdade de renda, anos médio de estudo, proporção de famílias chefiadas por mulheres e taxa de desemprego masculino para os estados brasileiros, no período de 2000 a 2008. Um modelo para dados em painel dinâmico, estimado pelo método de momentos generalizados-sistema (MMG-S) em dois passos, desenvolvido por Arellano e Bond (1991) e Blundell e Bond (1998), detectou, entre outras conclusões, uma relação não significante entre transferências de renda e pobreza. Os resultados, portanto, suportam as críticas de que esses programas não têm efeito esperado sobre a pobreza no Brasil.

Palavras-chave


Pobreza, Transferência de Renda, Painel Dinâmico.

Texto completo:

PDF


Fundação Getulio Vargas  EPGE - Praia de Botafogo 190, 11º andar - Tel.: (21) 3799-5831

 

ISSN 0034-7140 (print) ISSN 1806-9134 (online)