Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

Envio de Artigos

Os artigos publicados são de inteira responsabilidade de seus autores. As opiniões neles emitidas não exprimem, necessariamente, o ponto de vista da Fundação Getulio Vargas. Os artigos deverão ser inéditos, excetuando-se trabalhos publicados em anais de congressos.

A revista não recebe artigos enviados por outros meios. Todos os trabalhos devem ser submetidos pelo Sistema de submissão ScholarOne.

- Dois é número máximo de artigos que podem ser submetidos por autor no período de um ano, independentemente da posição de autoria.

- O número máximo de autores por artigo é 5; não serão permitidas alterações (inclusão e substituição) na autoria dos artigos após as etapas desk review e double blind review.

- Todos os artigos aprovados para publicação na RAP deverão ser traduzidos na sua versão final pelo(s) autor(es). As submissões podem ser redigidas em Português (com tradução para o Inglês); Inglês (com tradução para o Português) e Espanhol (com tradução para o Inglês).

Taxa de APCs

RAP não cobra taxa de editoração (Article Processing Charges  APC), taxa de submissão ou publicação de artigos aos autores.

Política de plágio

RAP utiliza o software de verificação de similaridade de conteúdo — plagiarismo (Crossref Similarity Check) nos artigos submetidos ao periódico.

Política de Acesso Aberto (Open Journal Systems  OJS)

O portal utiliza o Open Journal Systems (OJS), sistema de código livre gratuito para a publicação de revistas desenvolvido com suporte e distribuição pelo Public Knowledge Project sob a licença GNU — General Public License.

Revisão por pares / Peer Review

Os artigos aprovados na fase Desk Review serão submetidos à avaliação blind peer review, sendo analisados por, pelo menos, dois pareceristas externos às cegas (sem a identificação de autoria e pareceristas) com emissão dos pareceres. O fluxograma editorial da RAP está disponível no link: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/pages/view/fluxograma.

As seções publicadas na RAP

1. Artigos nacionais e internacionais (redigidos em português, inglês ou espanhol) de orientação empírico teórica. 

2. Seções temáticas com chamadas específicas para submissão de trabalhos. 

3. Artigos convidados, notas e comentários sobre temas da atualidade.

4. Fórum Perspectivas práticas:

São veiculados trabalhos de interesse prático, importantes do ponto de vista da perspectiva prática do setor público.

Formato do texto:

- Até 4 mil palavras incluindo os resumos, títulos e palavras-chaves, ilustrações (quadros, tabelas, gráficos e outros), referências bibliográficas e notas de rodapé (evitar o uso);

- Normas APA;

- Espaçamento entre linhas 1,5 pts; fonte Times New Roman 12; margens superior e inferior de 2,5 cm e esquerda e direita de 3,0 cm; formato do papel no tamanho A4 (29,7 x 21 cm).

FORMA DE APRESENTAÇÃO DOS ARTIGOS ORIGINAIS:

A RAP desde novembro de 2018 utiliza para citações e referências bibliográficas as normas da American Psychological Association (APA). Os originais deverão ser submetidos conforme as regras em anexo (ver arquivo) e abaixo:

- Em arquivo Word enviado pelo sistema de submissão do ScholarOne;

- Formatação do texto: espaçamento entre linhas 1,5 pts; fonte Times New Roman 12; margens superior e inferior de 2,5 cm e esquerda e direita de 3,0 cm; formato do papel no tamanho A4 (29,7 x 21 cm);

- Ter entre 6.000 e 8.000 palavras incluindo os resumos, títulos e palavras-chaves, ilustrações (quadros, tabelas, gráficos e outros), referências bibliográficas e notas de rodapé (evitar o uso);

- Resumos em português, espanhol e inglês com no máximo 250 palavras cada um, títulos com até 12 palavras cada e indicação de até cinco palavras-chave nos três idiomas;

- Notas de rodapé: deve-se restringir sua utilização e evitar notas longas;

- Deve-se evitar qualquer identificação do(s) autor(es) direta ou indiretamente no início ou ao longo do texto do artigo;

Ilustrações (figura, tabela, quadro, gráfico, mapa, imagem e outros)

A identificação deverá aparecer na parte superior, precedida da palavra designada (figura, tabela, quadro, gráfico, mapa, imagem e outros), seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto, em algarismos arábicos e do respectivo título. Na parte inferior da ilustração, indicar a fonte consultada (elemento obrigatório, ainda que seja elaboração do próprio autor), legenda, notas e outras informações necessárias à sua compreensão (se houver). A ilustração deve ser citada no texto.

A qualidade da imagem da(s) ilustração(ões) deve estar em alta definição para visualização e leitura, assim como o tamanho da fonte utilizada.