[1]
C. T. M. da Rocha e F. S. Amador, “O teletrabalho: conceituação e questões para análise”, Cad. EBAPE.BR, vol. 16, nº 1, p. 152-162, mar. 2018.