Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

Estratégia como prática social e teoria da ação comunicativa: possíveis aproximações teóricas

Elisa Zwick, Isabel Cristina da Silva, Mozar José de Brito

Resumo


Este artigo visa a discutir as possíveis aproximações teóricas entre a estratégia como prática social (EPS) e a teoria da ação comunicativa (TAC), instituída por Jürgen Habermas. Almejou-se construir um diálogo analítico, destacando as interfaces que podem ser estabelecidas entre esses construtos. Especificamente, buscou-se: (i) descrever o arcabouço teórico da estratégia como prática social; (ii) discutir os aspectos conceituais da teoria da ação comunicativa; e (iii) apresentar as possíveis aproximações teóricas entre a estratégia como prática social e a teoria da ação comunicativa. Argumenta-se que a TAC tem elementos interessantes a contribuir com a estratégia como prática e que, por esse motivo, é necessário explorar as aproximações teóricas. Desse modo, este artigo contribui singularmente para associar o pensamento habermasiano às perspectivas teóricas da estratégia como prática social, especialmente em seus elementos razão e verdade, entendimento e consenso, que ensejam contribuições substanciais da racionalidade comunicativa para a estratégia como prática social.


Texto completo:

PDF


Apoio
        
Rua Jornalista Orlando Dantas, 30 - sala 107, Botafogo - Rio de Janeiro - RJ/Brasil  CEP: 22231-010 | Telefone: +55 (21) 3083-2731 | E-mai: cadernosebape@fgv.br