Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

Competição enquanto representação ideológica no ambiente ferroviário estadunidense: uma historiografia entre 1859 e 1869

Alexandre Hochmann Béhar, Marcos Gilson G. Feitosa

Resumo


O conceito de competição carece de melhor definição no campo dos Estudos Organizacionais (EOs). Esse termo é originário da Economia e identificam-se concepções diversas de competição nas teorizações em EOs. A partir de uma perspectiva crítica, a competição pode associar-se a práticas ideológicas de controle e exercício de poder, além de anacronismos. Assim, considerando o caráter sócio-histórico da cognição social e a construção de sentido discursivo, além da referência organizacional moderna ao modelo de organização e gestão ferroviária comercial estadunidense a partir da Guerra de Secessão (1861-1865), este estudo teve por objetivo analisar aproximações ideológicas a dimensões relativas à competição no ambiente ferroviário estadunidense, entre os anos de 1859 e 1869. Assim, apoiados em 128 documentos jornalísticos, adotamos o método do Quebra-Cabeças Conceitual Infinito para propor sentidos associados à competição no ambiente ferroviário por parte dos agentes discursivos da imprensa e dos gestores ferroviários. A análise propõe o uso ideológico do conceito, orientado pelas mudanças ocasionadas pelo conflito e pelos interesses dos atores envolvidos.


Palavras-chave


Historiografia. Ideologia. Competição. Guerra de Secessão. Ferrovias estadunidenses.

Texto completo:

PDF


Apoio
        
Rua Jornalista Orlando Dantas, 30 - sala 107, Botafogo - Rio de Janeiro - RJ/Brasil  CEP: 22231-010 | Telefone: +55 (21) 3083-2731 | E-mail: cadernosebape@fgv.br