Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

Duas décadas de premiação, quantas de inovação? O papel da difusão no Prêmio Enap

Elisângela Dourado Arisawa, Marina Figueiredo Moreira

Resumo


Este estudo mapeia dimensões e variáveis explicativas da difusão da inovação em serviços públicos e testa sua aplicação ao caso do Prêmio Enap. Por meio de revisão de literatura, compõe-se um modelo teórico conceitual explicativo da difusão da inovação aplicável a serviços públicos para posterior teste empírico. Esse modelo tem 10 variáveis, distribuídas em 2 dimensões: 1) Características da organização – composta por a) sobra organizacional, b) flexibilidade e descentralização, c) alinhamento entre alta administração, gerências e líderes, d) comunicação inter e intraorganizacional, e) capacidade de assumir riscos e f) aprendizagem/conhecimento organizacional; e 2) Características da inovação – composta por a) adaptação/reinvenção, b) complexidade, c) vantagem relativa e d) compatibilidade. Testa-se a manifestação das dimensões e suas variáveis na percepção de 5 membros da avaliação externa do Prêmio Enap, aqui denominados especialistas. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com esses especialistas e seus relatos, junto a documentos associados ao Prêmio Enap, foram submetidos a análise de conteúdo com categorias definidas a priori. Os resultados apontam que as 10 variáveis das 2 dimensões foram reconhecidas e tipificadas pelos especialistas, confirmando a aplicabilidade das dimensões teóricas ao objeto dos serviços públicos. No entanto, algumas das variáveis, a exemplo da “capacidade de assumir riscos”, têm manifestação diversa da apresentada na teoria original.

Palavras-chave


Difusão da inovação. Inovação em serviços públicos. Difusão da inovação em serviços públicos.

Texto completo:

PDF


Apoio
        
Rua Jornalista Orlando Dantas, 30 - sala 107, Botafogo - Rio de Janeiro - RJ/Brasil  CEP: 22231-010 | Telefone: +55 (21) 3083-2731 | E-mai: cadernosebape@fgv.br