Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

Do economicismo à dialogicidade: as contribuições do paradigma da ecologia profunda e da noção de gestão social para a temática da sustentabilidade empresarial

Carlos Eduardo Justen, Luís Moretto Neto

Resumo


Este artigo, na forma de um ensaio teórico, ao buscar resposta para a problemática - o que significa planejar estrategicamente para a sustentabilidade? -, procurou evidenciar a possibilidade tanto de uma gestão mais sustentável, pois considerando a interdependência intrínseca entre homem e meio ambiente natural, quanto de uma sustentabilidade mais humana, porquanto construída a partir de uma ação comunicativa, numa relação linguística travada entre sujeitos, não entre sujeito-objeto. Desse ponto de vista, a perspectiva analítica dominante acerca da sustentabilidade foi contraposta com o paradigma da ecologia profunda e com uma noção de gestão coerente – gestão social. Ao final, foram delineados seis caracteres teórico-conceituais capazes de estabelecer um escorço de contribuição ao tema da sustentabilidade empresarial e das estratégias empresariais decorrentes.


Texto completo:

PDF


Apoio
        
Rua Jornalista Orlando Dantas, 30 - sala 107, Botafogo - Rio de Janeiro - RJ/Brasil  CEP: 22231-010 | Telefone: +55 (21) 3083-2731 | E-mail: cadernosebape@fgv.br