Sociedade, empresa e governo: uma experiência de implementação de um novo paradigma de democracia participativa

Autores

  • Clerilei Aparecida Bier
  • Simone Ghisi Feuerschütte
  • Leandro Costa Schmitz
  • Rodrigo Bousfield
  • Tatiane Amanda Simm
  • Francisco Tiago Garcia Peña

Resumo

As limitações do Estado para fornecer bens e serviços públicos motivam a instauração de programas reformistas adequáveis a diferentes modelos de administração pública. Este artigo apresenta uma experiência de participação de atores da sociedade civil, do Estado e dos setores privados lucrativo e sem fins lucrativos na coprodução de bens e serviços públicos. Os exemplos de uma associação de artesãos de Florianópolis (SC) ilustram o conceito de coprodução, estabelecendo um referencial empírico e teórico para outras iniciativas de participação e articulação da sociedade no suprimento das próprias demandas. O estudo, de natureza qualitativa, foi desenvolvido na forma de pesquisa-ação, como estratégia de pesquisa participativa. Os procedimentos metodológicos utilizados foram a observação participante, reuniões sistemáticas e o acompanhamento dos pesquisadores na implementação das ações. Os resultados demonstraram a possibilidade de reconfigurar a realidade social, propondo a coprodução pelos três setores como alternativa para a criação de um novo modelo institucional de realização conjunta do bem comum.

Publicado

01-01-2010

Como Citar

Bier, C. A., Feuerschütte, S. G., Schmitz, L. C., Bousfield, R., Simm, T. A., & Peña, F. T. G. (2010). Sociedade, empresa e governo: uma experiência de implementação de um novo paradigma de democracia participativa. Cadernos EBAPE.BR, 8(4), 580 a 599. Recuperado de http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/5175

Edição

Seção

Artigos