Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

A Exclusão e a Inclusão Social: Depoimentos das Praticantes da Economia Popular Solidária

Deise Luiza da Silva Ferraz, Neusa Rolita Cavedon

Resumo


O objetivo deste trabalho é identificar os significados atribuídos pela mulher à exclusão e a inclusão social. Foram ouvidas onze mulheres que viveram essas duas situações, sendo que a inclusão delas na teia social, ainda que sob a égide da dominação masculina, se deu via Economia Popular Solidária – EPS, mais especificamente, por meio do Projeto Etiqueta Popular. O método que permitiu a coleta de dados foi o etnográfico e as técnicas foram a observação participante e as entrevistas semi-estruturadas. A análise desses dados permitiu identificar a existência de três formas de exclusão, quais sejam: a não contratação, a demissão voluntária e a demissão involuntária. Por sua vez, a inclusão social dessas mulheres se deu via a carteira de artesão, que significa para elas, a obtenção de uma profissão a ser executada na EPS. Por fim, podemos considerar que tanto as categorias de exclusão quanto a de inclusão estão relacionadas ao desempenho de papéis sociais. A perda de referência desses papéis propicia a exclusão, como é o caso da perda de referência do papel de trabalhadora, todavia, a inclusão social se dá mediante a formação de novos papéis de referência, que no Projeto Etiqueta Popular ocorre mediante a formação de um grupo de profissionais que se propõem a trabalhar de forma solidária.

Texto completo:

PDF


Apoio
        
Rua Jornalista Orlando Dantas, 30 - sala 107, Botafogo - Rio de Janeiro - RJ/Brasil  CEP: 22231-010 | Telefone: +55 (21) 3083-2731 | E-mai: cadernosebape@fgv.br