Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

(Re)Definindo a sustentabilidade no complexo contexto da gestão social: reflexões a partir de duas práticas sociais

Ósia Alexandrina V. Magalhães, Carlos Milani, Tacilla Siqueira, Vicente Macêdo de Aguiar

Resumo


A necessidade de definir a gestão social coloca-nos o desafio de repensar inúmeras áreas da administração, englobando desde discussões epistemológicas até áreas funcionais. Por isso, a relevância de analisar o entendimento acerca de conceitos e a adaptação dos instrumentos administrativos para as organizações sociais que atuam segundo lógicas e fins distintos das organizações privadas com fins lucrativos. Nesse sentido, este artigo aprofunda a discussão recente e fundamental sobre a administração e seus conceitos e instrumentos tradicionais quando empregados em organizações sociais: é possível utilizar as ferramentas da administração em quaisquer organizações? Para responder a essa questão, o artigo analisa a sustentabilidade nas organizações da sociedade civil que praticam a gestão social, buscando referências na prática de duas organizações sociais da Bahia, a Fundação Terra Mirim e o Grupo de Apoio à Prevenção à Aids (Gapa). A partir da análise desenvolvida neste artigo, conclui-se que a sustentabilidade - quando pensada e implementada no campo da gestão social - evolui com traços marcadamente distintos dos critérios de sustentabilidade que a ciência da administração tradicionalmente apresenta aos gestores e estudiosos das organizações.

Texto completo:

PDF


Apoio
        
Rua Jornalista Orlando Dantas, 30 - sala 107, Botafogo - Rio de Janeiro - RJ/Brasil  CEP: 22231-010 | Telefone: +55 (21) 3083-2731 | E-mai: cadernosebape@fgv.br