Logomarca da FGV

Repositório FGV de Periódicos e Revistas

A construção simbólica da definição de governar e de gover-nador realizada pelo jornal Zero Hora nas três últimas eleições gaúchas

Maria Ceci Araujo Misoczky, Carolina da Silva Ferreira

Resumo


Este artigo é um dos produtos de uma pesquisa que considera as ações discursivas como fundamentais para a constituição e sustentação de relações de poder, para a capacidade dos diferentes atores sociais manejarem processos discursivos e para a luta para privilegiar tipos particulares de discurso em detrimento de outros. O tema central é compreender a contribuição do jornal Zero Hora para a configuração do campo da administração pública no estado do Rio Grande do Sul, focalizando, em particular, a construção simbólica do significado de governar e de governador. Após uma apresentação do campo dos estudos do discurso e dos principais referenciais aqui adotados, além de uma breve apresentação de alguns estudos que também tomaram o Zero Hora como objeto, são explicitados os procedimentos metodológicos adotados. A análise crítica do discurso do Zero Hora na cobertura das três últimas eleições para o governo do estado do Rio Grande do Sul indica uma ênfase no governar como um ato de conciliação e na figura do governador como uma administrador modernizante.

Texto completo:

PDF


Apoio
        
Rua Jornalista Orlando Dantas, 30 - sala 107, Botafogo - Rio de Janeiro - RJ/Brasil  CEP: 22231-010 | Telefone: +55 (21) 3083-2731 | E-mai: cadernosebape@fgv.br