Participação democrática em ambientes digitais: O desenho institucional do orçamento participativo digital

Autores

  • Júlio Cesar Andrade de Abreu UFF

Palavras-chave:

Orçamento Participativo Digital, Desenho Institucional, Participação Democrática.

Resumo

O estudo do desenho institucional é reconhecido como fundamental para a análise do alcance de experiências participativas, e pode ser definido como a forma como se configuram as instituições políticas do Estado. Este trabalho objetiva analisar o desenho institucional do orçamento participativo digital (OPD) da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (PBH). Os procedimentos metodológicos usam entrevistas em profundidade, análise documental e análise de conteúdo das postagens dos cidadãos no site do OPD, do qual foram analisadas as três primeiras edições. Conclui-se que o desenho institucional do OPD favorece a ampliação quantitativa de participantes, mas, ao mesmo tempo, limita o potencial de debate democrático dessa ferramenta.


Biografia Autor

Júlio Cesar Andrade de Abreu, UFF

Administrador. Mestre e Doutor em Administração (UFBA). Professor da Universidade Federal Fluminense, Programa de Pós - graduação em Administração (PPGA/MPA)

Publicado

16-09-2016

Como Citar

Abreu, J. C. A. de. (2016). Participação democrática em ambientes digitais: O desenho institucional do orçamento participativo digital. Cadernos EBAPE.BR, 14(3), 794 a 820. Recuperado de http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/31558