Show simple item record

dc.contributor.advisorVieira, Paulo Reis
dc.contributor.authorSantos, Geraldo Borges
dc.contributor.otherWahrlich, Beatriz M. de Souza
dc.contributor.otherContador, Claudio Roberto
dc.date.accessioned2011-12-09T12:58:57Z
dc.date.available2011-12-09T12:58:57Z
dc.date.issued1979
dc.identifier.citationSANTOS, Geraldo Borges. A Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (CEPLAC): um caso de desenvolvimento institucional. Dissertação (Mestrado em Administração) - Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, Fundação Getúlio Vargas - FGV, Rio de Janeiro, 1979.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/8839
dc.description.abstractEsta monografia é um estudo de desenvolvimento institucional que proporciona conhecer como uma organização da administração pública brasileira, criada com um fim especifico e transitório, sobreviveu, se transformou, criou raizes, expandiu sua área de influência e tornou-se uma instituição relativamente bem sucedida. Trata-se da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira - CEPLAC, órgão autônomo vinculado ao Ministério da Agricultura, criado na década de cinqüenta pelo Governo Federal, como solução de emergência para o apoio financeiro aos produtores de cacau do sul da Bahia, numa das maiores crises da economia cacaueira. O autor valeu-se, para sua dissertação, do quadro conceitual formulado por Milton J. Esman e Hans C. Blaise, da Inter-University Research Program in Institution Building. Este é um modelo que parte da premissa de que as instituições são sistema abertos e, como tal, mantêm padrões de relações e intercâmbio com o meio-ambiente em que operam. Importam energia do ambiente (inputs on entradas) e processam tais energias, transformando-as em produtos (outputs ou saldas) desejados e valorizados pelo ambiente. Dentro deste quadro, têm-se três elementos básicos: a organização; as transações; e o meio-ambiente. O trabalho foi dividido em cinco capítulos. No primeiro o autor discorreu sobre o tema e sua importância, objetivos do estudo, metodologia utilizada e o conteúdo da monografia. No segundo, fez uma discussão em torno do que é desenvolvimento institucional, sua evolução como estratégia de desenvolvimento; procedeu à revisão de literatura e descreveu o modelo que serviu de guia à pesquisa. Aí, registrou disfunções, limitações e restrições ao modelo de Esman e Blaise, e/ou aos efeitos da institucionalização, apontados por alguns estudiosos. No terceiro capítulo narrou os antecedentes, origem e evolução da CEPLAC, oportunidade em que identificou três fases da organização; no quarto, mostrou a CEPLAC através do modelo de desenvolvimento institucional, quando a organização foi analisada em função de suas variáveis institucionais (Liderança, Doutrina, Programa, Estrutura I nterna e Recursos), suas t ra n sações com o ambiente e suas variáveis institucionais-ambientais ou simplesmente elos institucionais. Finalmente, no qu into cap(tulo, alinhou as conclusões. A pesquisa objetivou atender aos questionamentos estabelecidos em cinco tópicos que buscavam investigar o seguinte: se houve um planejamento prévio, consciente e deliberado no sentido de transformar a CEPLAC de um órgão transitório, com atividade financeira, para uma instituição técnico-cientl'fica como é hoje. Em caso negativo, o que tornou isso poss(vel? Discorrer sobre a forma pela qual seu quadro dirigente foi estruturado e reuniu recursos, bem como que influências contribuíram para moldar seus programas; constatar como o quadro dirigente da CEPLAC manteve-se estável em um per(odo de mudanças no panorama político brasileiro; e especular sobre o futuro da institu ição. Entre outras coisas, o autor conclu iu que duas variáveis contribu iram particu larmente, de forma decisiva, para a sobrevivência, autonomia e desenvolvimento da instituição, com a obtenção de resultados valorizados pela sua clientela: 1) a existência de uma liderança institucional que soube definir o papel e a missão da CEPLAC, mantendo sua integridade ao longo do tempo; e, 2) a garantia de um fluxo sistemático de recursos financeiros através da contribuição cambial retirada das exportações de cacau. Além disso, constatou que três fatores foram importantes para sua estabilidade: o pleno enquadramento da instituição na filosofia modernizadora contida no bojo dos governos pós-54; a relevância de seus elos institucionais; e o reconhecimento da cl ientela e de setores governamentais importantes pela sua participação na evolução havida na economia cacaueira, de uma situação de crise para resultados satisfatórios.por
dc.description.abstractThis monograph is a study of institution building which permits the knowledge of how an organization of the Brazilian public administration, created with a specific and transient purpose, survived, evolved, rooted, expanded its area of influence and became a relatively successful institution. We are referring to the Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira - CEPLAC, formed in the fifties by the Federal Government, as an emergency solution for financiai aid to the cocoa farmers of the South of the State of Bahia, during one of the major crises of the cocoa economy. The author based his essay on the framework formulated by Milton J. Esman and Hans C. Blaise, of the Inter-University Research Program in Institution Building. Their model starts from the premise that institutions are open systems. As such, they are organizations that maintain standards of relations and interchanges with the environment in which they operate. They take energy from the environment (inputs), they process and transform it into desirable products (outputs) which appreciate in relation to the environment. Within this structure we can trace three basic elements: the organization, the transactions, the environment. This study has been divided in five chapters. The first chapter is about the theme itself and its importance, its objectives, the methodology used, the whole content of the paper. The second chapter contains a discussion about what institution building is and its evolution as a strategy for development. It includes a revision of the literature and describes the model used as a guide to research. Here it records limitations and restrictions to the model of Esman and Blaise, and/or to the effects of the institutionalization, pointed out by some researchers. The third chapter narrates the antecedents, origin and evolution of CEPLAC, at this point identifying three phases of the organization. The fourth chapter describes CEPLAC according to the model of institution building, analyzing theorganization through its institution variables (Leadership, Doctrine, Programs, Internai Structure and Resources) its transactions with the environment and its institutionallinkages. The conclusions are formulated in the fifth chapter. The research aimed to deal with five predetermined topics which attempted to obtain answers to the following questions: Was there any previous conscious and deliberate plannig to transform CEPLAC from a transient agency restricted to financiai activities to a technical scientific institution which it is today? If the answer was negative, what made this change possible? In what way was its administration structured and how it obtained its resources, what influences contributed to the shaping of its programs? How did CEPLAC board of directors remain stable during a period of change in the political panorama of Brazil? and finally what is the future of the institution? Among other things, the author concluded that two variables contributed particularly and in a decisive way to the survival, autonomy and development of the institution, obtaining results valued by its clientele: 1) the existence of an institutional leadership that knew how to define the role and mission of CEPLAC, maintaining its integrity throughout time; 2) the garantee of a continuous flow of financiai resources obtained through a tax contributed by the value of the exchange earned by the cacao exported. In addition, three factors were determined as important for its stability: the fact that the organization already conformed to the philosophy of modernization which constituted the policies of the post-1964 government administrations; the relevance of its institutional linkages; and the acknowledgment by its clientele and important government sectors of its participation in the evolution that occurred in the economy of cacao from a crisis situation to satisfactory results.por
dc.language.isopor
dc.rightsTodo cuidado foi dispensado para respeitar os direitos autorais deste trabalho. Entretanto, caso esta obra aqui depositada seja protegida por direitos autorais externos a esta instituição, contamos com a compreensão do autor e solicitamos que o mesmo faça contato através do Fale Conosco para que possamos tomar as providências cabíveis.
dc.titleA Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (CEPLAC): um caso de desenvolvimento institucionalpor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EBAPEpor
dc.subject.bibliodataComissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Brasil)por
dc.subject.bibliodataDesenvolvimento institucionalpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record