Show simple item record

dc.contributor.advisorCamargo, Braz
dc.contributor.authorStein, Guilherme
dc.date.accessioned2011-08-22T12:17:54Z
dc.date.available2011-08-22T12:17:54Z
dc.date.issued2011-05
dc.identifier.citationSTEIN, Guilherme. Preferências do eleitorado sob restrição de crédito: menos educação e mais transferências. Dissertação (Mestrado em Economia de Empresas) - FGV - Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2011.por
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/8528
dc.description.abstractEste trabalho cria um modelo teórico para explicar o motivo pelo qual países pobres gastam em educação pública relativamente menos do que os países ricos. A idéia central é que em sociedades onde existem imperfeições no mercado de crédito, os eleitores não só tomam menos educação, como também demandam menos investimentos públicos em educação. Se comparam dois cenários: onde não há e onde há restrição de crédito. No primeiro cenário, os indivíduos votam de maneira unânime para que os recursos públicos sejam gastos em educação. No segundo cenário, no entanto, a preferência por gastos educacionais não é mais unânime e se torna uma função da renda do agente. O equilíbrio político nesse cenário é dado pelo eleitor que possui a renda mediana e o gasto público em educação é menor do que no primeiro cenário.por
dc.description.abstractThis work develops a model in order to explain the reason why poor countries spend relatively less in public education than wealthy nations. The key idea is that in societies where market credit imperfections exist, the voters not only will educate themselves less, but also will demand less public investments in education. Two scenarios will be compared: when the credit is not constrained and when it is. In the first scenario, individuals vote unanimously so that the public resources are spent on education. In the second scenario, however, the choice over educational spending is not unanimous and it becomes a function of the agent’s income. The political equilibrium is given by the voter who has the median income and the public spending in education is less than what is spent in the first scenario..eng
dc.language.isopor
dc.subjectEducationeng
dc.subjectCredit constrainteng
dc.subjectPolitical economyeng
dc.subjectVotingeng
dc.subjectInstitutionseng
dc.subjectEducaçãopor
dc.subjectRestrição de créditopor
dc.subjectEconomia políticapor
dc.subjectVotaçãopor
dc.subjectInstituiçõespor
dc.titlePreferências do eleitorado sob restrição de crédito: menos educação e mais transferênciaspor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaEconomiapor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EESPpor
dc.subject.bibliodataInvestimentos na educaçãopor
dc.subject.bibliodataEleitorespor
dc.subject.bibliodataProcesso decisóriopor
dc.subject.bibliodataDespesa públicapor
dc.subject.bibliodataEducação - Aspectos econômicospor
dc.subject.bibliodataPolítica econômicapor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record