Show simple item record

dc.contributor.advisorBarros, Alexandre Lahoz Mendonça de
dc.contributor.authorTakara, Reginaldo Togashi
dc.contributor.otherLucinda, Cláudio Ribeiro de
dc.contributor.otherGonçalves, Carlos Eduardo Soares
dc.date.accessioned2010-04-20T21:00:45Z
dc.date.issued2010-02-05
dc.identifier.citationTAKARA, Reginaldo Togashi. Recursos naturais, diversidade de exportações e crescimento econômico: um estudo empírico em painel. Dissertação (Mestrado Profissional em Finanças e Economia) - FGV - Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2010.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/4315
dc.description.abstractEsta dissertação estuda a relação entre crescimento econômico, recursos naturais e diversificação das exportações. Para tanto, são construídas quatro variáveis que medem a concentração das exportações totais, das exportações de recursos naturais e das de recursos renováveis e não-renováveis para um painel de 93 países cobrindo o período 1965-2005. Em seguida, um modelo de painel dinâmico é estimado pela abordagem GMM em sistema e em dois estágios (Sys-GMM2). Os resultados indicam que há uma relação positiva e significante entre diversidade das exportações de recursos naturais e crescimento econômico, enquanto que a participação de recursos naturais no produto nacional bruto (PNB) não é estatisticamente significante. Esse resultado sugere que países com abundância de recursos naturais podem, a princípio, promover o crescimento diversificando suas exportações com novos produtos primários ou em setores relacionados, mesmo quando os recursos naturais representem parcela significativa do PNB, evitando assim a chamada "maldição dos recursos naturais". As conclusões se alinham com estudos teóricos e empíricos recentes sobre recursos naturais e diversificação das exportações.por
dc.description.abstractThis dissertation studies the relationship between economic growth, natural resources and export diversification. We build four variables of concentration for total exports, natural resource exports and renewable and nonrenewable resource exports using a panel of 93 countries over 1965-2005. Then we estimate a dynamic panel model using a two-step system GMM approach (Sys-GMM2). The results indicate a significant and positive relationship between natural resource export diversity and economic growth, while the share of natural resources in gross national product (GNP) is not statistically significant. This result suggests that resource-abundant countries can, in principle, promote growth by diversifying exports into new primary or resource-related products, even when natural resources account for a significant share of GNP, thus avoiding the so-called “natural resource curse”. Our conclusions come in line with recent theoretical and empiric studies on both natural resources and export diversification.eng
dc.language.isopor
dc.subjectCrescimento econômicopor
dc.subjectDados em painel dinâmicopor
dc.subjectRecursos naturaispor
dc.subjectEconomic growtheng
dc.subjectNatural resourceseng
dc.subjectDynamic panel dataeng
dc.titleRecursos naturais, diversidade de exportações e crescimento econômico: um estudo empírico em painelpor
dc.typeDissertationeng
dc.embargo.termsforevereng
dc.embargo.liftdate10000-01-01
dc.subject.areaEconomiapor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EESPpor
dc.subject.bibliodataDesenvolvimento econômicopor
dc.subject.bibliodataRecursos naturais - Brasilpor
dc.subject.bibliodataExportação - Brasilpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record