Show simple item record

dc.contributor.advisorMattos, Enlinson
dc.contributor.advisorFuente Estevan, Fernanda Gonçalves de La
dc.contributor.authorPizzino, Jessé Barbosa
dc.date.accessioned2020-06-12T22:03:56Z
dc.date.available2020-06-12T22:03:56Z
dc.date.issued2020-05-18
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10438/29279
dc.description.abstractThis paper analyzes the causal impact of electoral competition on political selection, campaign funds, and performance in office. We use, for investigation, the 2012 Brazilian mayoral elections. To overcome potential endogeneity concerns and identify the causal effect, we adopt the empirical strategy proposed by Shaukat (2019), which adapts the traditional shift-share instrument to the electoral competition context. This approach explores aggregate changes in party popularity over time (at the national and state levels) to capture exogenous variation in electoral competition at the municipal level in Brazil. As main results, first, we find evidence that electoral competition favors the selection and election of older politicians, the election of women, of less wealthy candidates, and without any type of electoral incumbency (i.e., politicians who do not occupy, at the time of candidacy, an elective office). We consider these results a beneficial effect since electoral competition increases the electoral success of politician profiles underrepresented in the Brazilian political scenario. Second, we find robust evidence that electoral competition increases campaign financing and expenditures. We explain these results using the particular relevance of some channels, and we interpret them as a strategic allocation of resources by political agents. Finally, we find evidence that electoral competition increases the performance of the mayor in office, as measured by municipal performance indicators in terms of investment, education, personnel expenditures, and liquidity. Overall, our results highlight the relevance of electoral incentives in the behavior of political agents in Brazil.eng
dc.description.abstractEste artigo analisa o impacto causal da competição eleitoral em seleção política, fundos de campanha e desempenho durante o mandato. Utilizamos, para investigação, as eleições brasileiras para prefeitos em 2012. Com o propósito de superar potenciais preocupações com endogeneidade e identificar o efeito causal, adotamos a estratégia empírica proposta por Shaukat (2019), a qual adapta o tradicional instrumento shift-share ao contexto da competição eleitoral. Este método explora mudanças agregadas na popularidade dos partidos ao longo do tempo (nos níveis nacional e estadual) para capturar variações exógenas na competição eleitoral a nível municipal no Brasil. Como resultados principais, primeiro, encontramos evidência de que a competição eleitoral favorece a seleção e a eleição de políticos mais velhos, a eleição de mulheres, de candidatos menos ricos, e sem qualquer tipo de incumbência eleitoral (i.e., políticos que não ocupam, no momento da candidatura, um cargo eletivo). Consideramos esses resultados como um efeito benéfico uma vez que a competição eleitoral aumenta o sucesso eleitoral de políticos com perfis sub-representados no cenário político brasileiro. Segundo, encontramos evidência robusta de que a competição eleitoral aumenta o financiamento e as despesas de campanha. Explicamos esses resultados utilizando a relevância particular de alguns canais e os interpretamos como uma alocação estratégica de recursos por agentes políticos. Finalmente, encontramos evidência de que a competição eleitoral aumenta o desempenho do prefeito durante seu mandato. O efeito é constatado quando o desempenho é medido por indicadores municipais em termos de investimento, educação, gastos com pessoal e liquidez. De forma geral, nossos resultados ressaltam a relevância dos incentivos eleitorais no comportamento dos agentes políticos no Brasil.por
dc.language.isoeng
dc.subjectElectoral competitioneng
dc.subjectPolitical selectioneng
dc.subjectCampaign fundseng
dc.subjectPerformance in officeeng
dc.subjectCompetição eleitoralpor
dc.subjectSeleção políticapor
dc.subjectFundos de campanhapor
dc.subjectDesempenho durante o mandatopor
dc.titleDoes electoral competition affect political selection, campaign funds and performance? Evidence from Brazilian municipal electionseng
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaEconomiapor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EESPpor
dc.subject.bibliodataEleições locaispor
dc.subject.bibliodataFundos para campanha eleitoralpor
dc.subject.bibliodataPrefeitos - Brasilpor
dc.subject.bibliodataDesempenhopor
dc.rights.accessRightsopenAccesseng
dc.contributor.memberArvate, Paulo Roberto


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record