Show simple item record

dc.contributor.advisorCyrino, Álvaro Bruno
dc.contributor.authorCirne-Lima, Elizabeth Obino
dc.date.accessioned2020-02-07T19:17:47Z
dc.date.available2020-02-07T19:17:47Z
dc.date.issued2019
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10438/28778
dc.description.abstractO presente trabalho visa avaliar a influência da constituição societária e da prática da inovação aberta na promoção do desenvolvimento diferenciado do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. O HCPA é o hospital-escola da UFRGS e foi constituído como uma empresa pública de direito privado em 1970. É um hospital que presta serviços na assistência de saúde ao SUS, entregando uma estrutura bem equipada, utilizando tecnologias de ponta e responsável pela formação qualificada de profissionais da área da saúde. Além disso, o HCPA adotou, desde sua criação, ferramentas de informatização de seus processos, a fim de otimizar suas ações e investimentos, bem como melhor realizar gestão do hospital. Para abordar tais questões, foi realizada uma pesquisa em dados secundários, tais como documentos e artigos periódicos científicos; bem como foram realizadas entrevistas com gestores do HCPA e da FAB, instituição parceira do HCPA, como fonte de dados primários. A interpretação destes dados construiu o racional do presente trabalho. Através destas, foi possível verificar que a figura jurídica do HCPA foi determinante como base para o estabelecimento de um hospital-escola que é referência no país. Ainda, a avaliação dos depoimentos dos gestores do HCPA e da FAB permitiu a confirmação da influência positiva da constituição societária única do HCPA, para seu desenvolvimento. Adicionalmente, a prática da inovação aberta para a transformação do AGHU em AGHUse foi fundamental para permitir a aquisição de novas funcionalidades para o sistema de forma mais rica, mais econômica e em menor intervalo de tempo. Assim, foi confirmada a ideia de que a forma como o HCPA foi constituído, em modelo único, e a prática da inovação aberta oferecem condições para a instituição ter se desenvolvido de forma diferenciada em relação a seus pares, os HUF, que nasceram como setores de universidades federais, tendo baixa autonomia e possibilidade de investimentos reduzidos. Por fim, foi possível perceber que houve boa aceitação e nenhum relato de manifestações de resistência interna, nos diferentes momentos de implantação das sucessivas versões do aplicativo de gestão hospitalar, demonstrando que as equipes do HCPA se apropriaram e foram protagonistas da transformação digital da instituição em prol da eficiência da prestação de serviços de qualidade para a população, através do SUS.por
dc.description.abstractThis paper aims to evaluate the influence of the corporate constitution and the practice of open innovation in promoting the differentiated development of the Hospital de Clinicas de Porto Alegre. HCPA is the teaching hospital of UFRGS and was established as a public company under private law in 1970. It is a hospital that provides health care services to SUS, delivering a well-equipped structure, using state-of-the-art technologies and responsible for qualified training. of health professionals. In addition, since its inception, HCPA has adopted computerization tools for its processes in order to optimize its actions and investments, as well as to better manage the hospital. To address such issues, a survey was conducted on secondary data, such as scientific papers and periodicals; as well as interviews with managers of HCPA and FAB, partner institution of HCPA, as primary data source. The interpretation of these data built the rationale of the present work. Through these, it was possible to verify that the legal form of HCPA was decisive as a basis for the establishment of a teaching hospital that is a reference in the country. Also, the evaluation of the testimonials of the HCPA and FAB managers allowed the confirmation of the positive influence of the HCPA's single corporate constitution. Additionally, the practice of open innovation for the transformation of AGHU into AGHUse was fundamental to enable the acquisition of new features for the system in a richer, more economical and shorter time frame. Thus, the idea that HCPA was constituted as a single model and the practice of open innovation has confirmed the conditions for the institution to have developed differently in relation to its peers, the HUF, which were born as sectors of federal universities, with low autonomy and reduced investment possibilities. Finally, it was possible to notice that there was good acceptance and no reports of manifestations of internal resistance, in the different moments of implementation of the successive versions of the hospital management application to implement the hospital management software, demonstrating that HCPA teams appropriated and were protagonists of the institution's digital transformation for the efficiency of providing quality services to the population through the SUS.eng
dc.language.isopt_BR
dc.subjectSistema de gestão hospitalarpor
dc.subjectAssistência em saúdepor
dc.subjectInovação abertapor
dc.subjectAceitação de transformação de digital (TAM)por
dc.subjectHospital management systemeng
dc.subjectHealth careeng
dc.subjectOpen innovationeng
dc.subjectDigital transformation acceptance (TAM).eng
dc.titleA prática da inovação aberta como estratégia para o desenvolvimento contínuo do sistema AGHUse, um aplicativo de gestão hospitalarpor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaTecnologiapor
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EBAPEpor
dc.subject.bibliodataHospitais - Administração - Estudo de casospor
dc.subject.bibliodataHospitais - Administração - Inovações tecnológicaspor
dc.subject.bibliodataTecnologia da informaçãopor
dc.subject.bibliodataPlanejamento estratégicopor
dc.degree.date2019-12-20
dc.contributor.memberMacedo Neto, Amarilio Vieira de
dc.contributor.memberFernades, José Henrique Paim


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record