Show simple item record

dc.contributor.advisorGelis Filho, Antonio
dc.contributor.authorOliveira, Mariana Gonçalves de
dc.contributor.otherBraga, Beatriz Maria
dc.contributor.otherRochman, Ricardo Ratner
dc.date.accessioned2019-03-13T16:01:34Z
dc.date.available2019-03-13T16:01:34Z
dc.date.issued2019-02-21
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/27179
dc.description.abstractConsidering the constant changes in the market, if a company wants to thrive it is necessary to do something unique, to frequently get inputs to support its innovation. In this sense, the error management approach may be a good strategy to be considered, as it enhances the positive and mitigates the negative aspects of errors, turning mistakes into valuable sources for organizations. However, in order to properly benefit from it, the error management approach needs to become part of the organizational culture, with practices and resources that support it. Moreover, it is important to have a clear understanding about the individual and social components that may influence the employee’s experience. With this in mind, this study aims to evaluate the main differences between the understanding of managers and individual contributors regarding the error management approach in a same company, because it may support an effective implementation of the error management. To do this analysis, the qualitative methodological approach was considered, and semi-structured interviews were conducted with managers and individual contributors. The unity of analysis was a multinational consumer goods branch located in Brazil, that had the goal of improving its innovative level. Regarding the research findings, the evidences indicated that the personal preference seems to prevail when an employee needs to adopt the error management mindset, that team leaders and team members have some different perceptions about tolerant and non-tolerant errors, and it seems that both audiences are aware about the same error communication vehicles available in a given context. In addition, the individual contributors had more divergent answers compared to the managers, and that team leaders seem to be more optimistic regarding the error management approach.por
dc.description.abstractConsiderando as mudanças constantes do mercado, se uma empresa quer ter sucesso, é necessário que ela realize algo único, que obtenha frequentemente insumos para alimentar a sua inovação. Neste ponto, a abordagem de gestão do erro pode ser uma boa estratégia a ser considerada, pois ela potencializa os aspectos positivos e mitiga os aspectos negativos dos erros, tornando equívocos em recursos valiosos para as organizações. Entretanto, para se beneficiar propriamente desta estratégia, a abordagem de gestão do erro precisa se tornar parte da cultura organizacional, com práticas e recursos que lhe sirvam como base. Além disso, é importante ter um entendimento claro dos componentes individual e social que irão influenciar a experiência do colaborador. Com isto em mente, o presente estudo tem como objetivo avaliar as principais diferenças de entendimento de gerentes e de contribuidores individuais em relação à abordagem de gestão do erro em uma empresa, porque isto pode auxiliar em uma implementação efetiva da gestão do erro. Para esta análise, a abordagem metodológica qualitativa foi considerada, e entrevistas semiestruturadas foram conduzidas com gerentes e contribuidores individuais. A unidade de análise considerada foi a filial de uma multinacional de bens de consumo localizada no Brasil, a qual tinha como objetivo melhorar o seu nível de inovação. Em relação aos resultados da pesquisa, as evidências indicam que a preferência pessoal parece prevalecer quando um colaborador precisa adotar uma mentalidade de gestão do erro, que os líderes e membros de equipe tem algumas percepções diferentes sobre erros toleráveis e não toleráveis, e que aparentemente os dois públicos tem consciência dos mesmos veículos de comunicação sobre erros disponíveis em determinado contexto. Outro ponto é que os contribuidores individuais tiveram respostas mais divergentes se comparado com os gerentes, e que os líderes parecem ser mais otimistas em relação à abordagem de gestão do erro.por
dc.language.isoeng
dc.subjectGestão do erropor
dc.subjectCultura de gestão do erropor
dc.subjectGestorpor
dc.subjectContribuidor individualpor
dc.subjectPercepções diferentespor
dc.subjectError managementeng
dc.subjectError management cultureeng
dc.subjectManagereng
dc.subjectIndividual contributoreng
dc.subjectDifferent perceptionseng
dc.titleError management: the different perceptions among managers and individual contributorseng
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EAESPpor
dc.subject.bibliodataErros - Administraçãopor
dc.subject.bibliodataEficiência organizacionalpor
dc.subject.bibliodataExecutivos - Condutapor
dc.rights.accessRightsopenAccesseng


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record