Show simple item record

dc.contributor.advisorRochman, Ricardo Ratner
dc.contributor.authorRagazi, Rafael Gomes Cosme
dc.date.accessioned2019-03-08T12:26:52Z
dc.date.available2019-03-08T12:26:52Z
dc.date.issued2019-02-06
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/27157
dc.description.abstractEste trabalho tem como objetivo demostrar a invalidade da hipótese de eficiência semiforte, proposta por Fama (1970), no mercado acionário brasileiro, através da elaboração e análise dos retornos obtidos por estratégia de investimentos construída a partir de uma análise fundamentalista, baseada nos preceitos do Value Investing. De acordo com tal hipótese, este tipo de análise não deveria permitir ao investidor obter retornos anormais. Foi desenvolvido um escore composto por uma variável representativa de rentabilidade e outra de preço relativo. Os indicadores de ambas se mostraram relevantes para explicar o retorno de uma ação. O modelo foi capaz de separar com sucesso, ex ante, as ações que teriam um retorno elevado, daquelas que obtiveram um desempenho inferior, ajustado por risco de mercado. A média de retono das empresas com escore alto foi de 52% a.a. no período analisado, enquanto a média para o escore intermediário foi de 24%, em linha com o retorno médio do benchmark de mercado (Ibovespa), e o escore inferior teve um retorno médio de 15%. Por fim, a estratégia foi capaz de gerar um alfa de 22% ao ano, refutando a tese de que o mercado brasileiro seria eficiente em relação às informações contábeis e fundamentalistas.por
dc.description.abstractThis paper investigates whether the Brazilian stock market is efficient in the semi-strong form proposed by Fama (1970), by selecting stocks using a score based on the Value Investing philosophy. Accourding to this hypothesis, this type of analysis, should not allow a investor to obtain abnormal returns. The score is composed of profitability and relative price variables. Both indicators were found to be relevant in explaining stocks’ future performance. The model was able to successfully identify, ex ante, those companies that would have a higher risk-adjusted return. The average return of high-score stocks was 52%, while the average for intermediate-score stocks was 24%, in line with the mean return of the market benchmark (Ibovespa), and lower-score stocks had an average return of 15%. Finally, the strategy was able to generate an alpha of 22%, on an annual basis, rejecting the hypothesis of semi-strong efficiency in the Brazilian market, with respect to accounting information and fundamentals.eng
dc.language.isopor
dc.subjectRelevância de informações contábeispor
dc.subjectAnálise fundamentalistapor
dc.subjectRetornos anormaispor
dc.subjectHipótese de mercados eficientespor
dc.subjectInvestimento em valorpor
dc.subjectValue relevance of accounting informationeng
dc.subjectFundamental analysiseng
dc.subjectAbnormal returnseng
dc.subjectEfficient market hypothesiseng
dc.subjectValue investingeng
dc.titleTeste da hipótese de eficiência semiforte do mercado brasileiro: analisando informações fundamentalistaspor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaEconomiapor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EESPpor
dc.subject.bibliodataInvestimentos - Análisepor
dc.subject.bibliodataTeoria do mercado eficientepor
dc.subject.bibliodataDivulgação de informações contábeispor
dc.subject.bibliodataMercado de capitais - Brasilpor
dc.rights.accessRightsopenAccesseng
dc.contributor.memberSampaio, Joelson Oliveira
dc.contributor.memberGabrielli, Marcio Fernandes


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record