Mostrar registro simples

dc.contributor.advisorBeltrão, Kaizo I.
dc.contributor.authorRibeiro, Márcia Carvalho
dc.contributor.otherFigueiredo, Paulo N.
dc.contributor.otherMelo, Luiz Martins de
dc.date.accessioned2018-12-06T13:17:57Z
dc.date.available2018-12-06T13:17:57Z
dc.date.issued2018-11-13
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/25747
dc.description.abstractObjetivo - O presente trabalho faz uma verificação sobre a adequação da proposta elaborada por Keith Pavitt (1984), no artigo Sectoral patterns of technical change: Towards a taxonomy and a theory, para a economia brasileira. Metodologia - A avaliação é realizada a partir das informações da Pesquisa de Inovação – PINTEC, conduzido pelo Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), utilizando-se dados de todas as seis edições disponíveis, através de análise multivariada, utilizando a técnica de clusters em duas etapas. As variáveis selecionadas foram agrupadas de forma a possibilitar a análise de determinadas características da inovação, quais sejam: Fontes internas e externas de inovação, Tipos de conhecimento e formas de aprendizagem, Foco da trajetória tecnológica, Tipos de resultado inovativos, e Estrutura e desempenho. Resultados - Conclui-se o trabalho reconhecendo que é possível aplicar o mesmo padrão setorial, porém as características da economia nacional divergem daquelas encontradas no trabalho original, devendo ser adequadas à nossa realidade. Propõe-se que este estudo seja aprofundado setorialmente, possibilitando a elaboração de políticas e programas que sejam mais efetivos na elevação e no ritmo do progresso tecnológico no País. Limitações – As limitações do presente trabalho são algumas generalizações que foram realizadas para viabilizar a comparabilidade entre as diferentes edições da PINTEC, uma vez que a medida da sua evolução, foram sendo abrangidos diferentes atividades econômicas à Pesquisa. Adicionalmente, em 2007 houve uma revisão do Cadastro de Atividades Econômicas (CNAE), forçando uma correspondência das informações aplicando-se subjetivamente uma decisão de classificação, embora a disponibilização da tabela de correspondências pelo IBGE. Como toda a taxonomia, esse trabalho deixa de avaliar uma série de características de padrões tecnológicos, limitando aqueles propostos por Pavitt. Aplicabilidade do trabalho – os resultados deste trabalho possibilitam subsidiar a elaboração de políticas públicas e de outros trabalhos que pretendam aprimorar a aplicação de recursos governamentais no fomento à inovação tecnológica na indústria brasileira. Contribuições sociais – O trabalho pretende disponibilizar insumos para formulação de políticas públicas mais assertivas e efetivas, possibilitando que ações governamentais possam ser mais benéficas à sociedade através da ampliação do desenvolvimento econômico e social do País. Originalidade – O diferencial do presente trabalho é propor uma revisitação da taxonomia de Pavitt utilizando todas as seis edições existentes da PINTEC até o momento, promovendo dessa forma, um período abrangente de resultados sobre inovação no Brasil para análise.por
dc.description.abstractPurpose - The present paper makes a check on the adequacy of the proposal elaborated by Keith Pavitt (1984), in the article Sectoral patterns of technical change: Towards a taxonomy and a theory, for the Brazilian economy. Methodology - The evaluation is based on information from the Innovation Survey - PINTEC, conducted by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE), using data from all six editions available through multivariate analysis using the clusters technique in two steps. The selected variables were grouped in order to allow the analysis of certain innovation characteristics, such as: Internal and external sources of innovation, Types of knowledge and forms of learning, Technological trajectory focus, Innovative types of results, and Structure and performance. Findings - The paper concludes by acknowledging that it is possible to apply the same sectoral standard, but the characteristics of the national economy differ from those found in the original work, and should be appropriate to our reality. It is proposed that this study be deepened in the sector, enabling the elaboration of policies and programs that are more effective in raising and at the pace of technological progress in this country. Research limitations - The limitations of the present work are some generalizations that were made to make comparability between the different editions of PINTEC possible, since the measurement of its evolution was covered by different economic activities to the survey. Additionally, in 2007 there was a review of the Economic Activity Register (CNAE), forcing a correspondence of information subjectively applying a classification decision, although the provision of the correspondence table by IBGE. Like all taxonomies, this work fails to evaluate a series of characteristics of the technological patterns, limiting those proposed by Pavitt. Pratical implications - The results of this work make it possible to subsidize the elaboration of public policies and other works that intend to improve the application of governmental resources in the promotion of technological innovation in Brazilian industry. Social implications - The work intends to provide inputs for the formulation of more assertive and effective public policies, enabling governmental actions to be more beneficial to society through the expansion of the country's economic and social development. Originality - The differential of the present work is to propose a revisitation of the Pavitt taxonomy using all six existing editions of PINTEC to date, thus promoting a comprehensive period of results on innovation in Brazil for analysis.eng
dc.language.isopor
dc.subjectTecnologiapor
dc.subjectPadrões setoriaispor
dc.subjectInovaçãopor
dc.subjectInovação tecnológicapor
dc.subjectPavittpor
dc.subjectTaxonomiapor
dc.subjectPINTECpor
dc.subjectTechnologyeng
dc.subjectSectoral patternseng
dc.subjectInnovationeng
dc.subjectTecnologic innovationeng
dc.subjectTaxonomyeng
dc.titlePadrões setoriais de inovação da economia brasileira - um olhar sobre os dados da PINTEC - edições de 2000 a 2014por
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaEconomiapor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EBAPEpor
dc.subject.bibliodataInovações tecnológicas - Política governamentalpor
dc.subject.bibliodataPesquisa industrialpor


Arquivos deste item

Thumbnail
Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples