Mostrar registro simples

dc.contributor.advisorMorgado, Maurício Gerbaudo
dc.contributor.authorSchwartzmann, Julia
dc.contributor.otherLourenço, Carlos Eduardo
dc.contributor.otherRocha, Thelma Valeria
dc.date.accessioned2018-08-10T13:46:22Z
dc.date.available2018-08-10T13:46:22Z
dc.date.issued2018-06-08
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/24559
dc.description.abstractThis work examines the industry of Dermocosmetics or Cosmeceuticals, with a focus on the female consumer behavior. The scope of this work is the Brazilian and German markets, given that these two countries are among the biggest consumer markets of cosmetics and dermocosmetics (Euromonitor, 2014). Based on consumer behavior theories, previous studies about cosmetic markets, and an interview with a market specialist, we raised the most recurrent five topics, which were further investigated in order to understand the consumer behavior profiles of the Brazilian and the German women and, most importantly, understand the difference in preferences and trends between these two groups. The topics chosen where: (1) Preferences regarding the product origin (2) Preferences regarding the product type (3) What are the major concerns when choosing a product (I.E. esthetics, health etc) (4) On whom/what they rely to make the purchase decision (5) Concern with organic/sustainable products. This study consisted in the application of questionnaire to 72 Brazilian women and 68 German women to arrive to a valid sample of fifty Brazilian and fifty German women from 25 to 40 years old with similar acquisition power. Among the findings: German women tend to be more ethnocentric than Brazilians when choosing a cosmetics; there is a positive heurism towards French products in both populations; Brazilians make more use of advanced facial sunscreens and anti-agers, while Germans make more use of facial moisturizes and anti-agers and Brazilians use much more body products; German women are more driven by utilitarian motives, physiological needs and are more concern to their skin health, while Brazilians have more hedonic motives, are more concerned to the appearance; Brazilians are more looking to try new products while Germans are more traditional; both populations rely on dermatologists and friends/family to make the purchase, but Brazilians value and attend more dermatologists; Germans buy more organic/sustainable products than Brazilians, reasons were pointed as few options, lower quality, but both groups are willing to pay more if the quality is even.eng
dc.description.abstractEste trabalho examina a indústria de Dermocosméticos ou cosmecêuticos, com foco no comportamento do consumidor feminino. O escopo deste trabalho é o mercado brasileiro e alemão, uma vez que esses dois países estão entre os maiores mercados consumidores de cosméticos e dermocosméticos (Euromonitor, 2014). Com base em teorias de comportamento do consumidor, estudos anteriores sobre os mercados de cosméticos e uma entrevista com um especialista de mercado, levantamos os cinco tópicos mais recorrentes, que foram investigados para entender os perfis de comportamento do consumidor das mulheres brasileiras e alemãs. Os temas escolhidos são: (1) Preferências em relação à origem do produto (2) Preferências em relação ao tipo de produto (3) Quais são as principais preocupações na escolha de um produto (estética, saúde etc.) (4) O que/quem influencia na decisão de compra (5) Preocupação com produtos orgânicos/sustentáveis. Este estudo consistiu na aplicação de questionário a 72 mulheres brasileiras e 68 mulheres alemãs para chegar a uma amostra válida de cinquenta mulheres brasileiras e cinquenta alemãs de 25 a 40 anos com poder de aquisição semelhante. Entre as descobertas: as mulheres alemãs tendem a ser mais etnocêntricas do que as brasileiros quando escolhem dermocosméticos; há um heurismo positivo em relação aos produtos franceses em ambas as populações; as brasileiras fazem mais uso de protetores solares e anti-agressivos faciais avançados, enquanto as alemãs, hidratantes faciais e anti-agressivos e as brasileiras usam muito mais produtos para o corpo; as mulheres alemãs são mais levadas a motivos utilitários, necessidades fisiológicas e mais preocupadas com a saúde da pele, enquanto as brasileiros têm mais motivos hedônicos, estão mais preocupados com a aparência; as brasileiros estão mais interessados em experimentar novos produtos, enquanto as alemãs são mais tradicionais; ambas as populações contam com dermatologistas e amigos/familiares para fazer a compra, mas as brasileiros valorizam e frequentam mais dermatologistas; as alemães compram mais produtos orgânicos / sustentáveis do que as brasileiras, os motivos foram apontados como poucas opções, de menor qualidade, mas os grupos estão dispostos a pagar mais se a qualidade for uniforme.por
dc.language.isoeng
dc.subjectInternational marketingeng
dc.subjectConsumer behavioreng
dc.subjectBrazileng
dc.subjectGermanyeng
dc.subjectDermocosmeticseng
dc.subjectMarketing internacionalpor
dc.subjectComportamento do consumidorpor
dc.subjectBrasilpor
dc.subjectAlemanhapor
dc.subjectDermocosméticospor
dc.titleDermocosmetics’ industry in Brazil and Germany: a comparison of consumer preferences between these countrieseng
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaCiência políticapor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EAESPpor
dc.subject.bibliodataComportamento do consumidorpor
dc.subject.bibliodataConsumidoras - Brasilpor
dc.subject.bibliodataConsumidoras - Alemanhapor
dc.subject.bibliodataAgentes dermatológicospor
dc.subject.bibliodataCosméticospor
dc.rights.accessRightsopenAccesseng


Arquivos deste item

Thumbnail
Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples