Mostrar registro simples

dc.contributor.advisorMigueles, Carmen Pires
dc.contributor.authorSoria Rojo, Silvia
dc.contributor.otherGoia, Marisol Rodriguez
dc.contributor.otherMachado, Fernando Alcides Sobral
dc.date.accessioned2018-08-06T18:02:35Z
dc.date.available2018-08-06T18:02:35Z
dc.date.issued2018-06-22
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/24532
dc.description.abstractPurpose – In the human quest for meaning, work occupies a central position. Most adults spend the majority of their waking hours at work, which often serves as a primary source of purpose and meaning. As the firm’s workforce constitutes an important source of its success, both scholars and practitioners are paying increasing attention to the recent field of meaning and purpose at work. In the field of the study of Organizational Behaviour, this dissertation focuses on examining the work orientation of Millennials (money, status or purpose). Moreover, it also explores how the four potential drivers (Sense of belongingness, Sense of unity with others, Personal growth and Sense of impact) affect Meaningful work within the generation of Millennials. Design/methodology/approach –158 full-time employed Millennials are studied. The data is collected via an online survey. Findings – The analysis finds (1) Millennials are in the pursuit of purpose at work (2) Millennials value purpose over status and money (3) only sense of belongingness, personal growth and sense of impact affect meaningful work (4) sense of unity with others did not impact meaningful work of Millennials. Finally, (5) Sense of impact is the most influential driver. Research limitations – Due to the lack of mature measurements of sense of purpose and meaning at work, future research, need to develop better-designed and conceptually stronger measures of meaningful work. Millennials in developing countries should also be studied as it could improve the theoretical and practical implications derived from the research. Moreover, there are aspects, which remain to be answered, for example, how this model works for different contexts, such as industries, organisational cultures, and how it evolves through different life moments. Practical implications – The findings emphasise the importance of understanding the work orientation of Millennials as well as the drivers that increase the meaning and purpose at work. It will help managers to develop greater purpose at work by changing the way business practices are approached with a win-win situation. Employees will bring their full set of values and strengths to work and, in turn, the organisation will support the employee in using those values and strengths in service of its mission. Originality – Up to now, no study has focused on studying the drivers of Meaningful work among the Millennials generation. On top of that, some people see work in their lives as solely a source of income or status. Others are oriented to see work as primarily about purpose – personal fulfilment and helping other people. The relatively sparse empirical research published on the Millennials characteristics is confusing and contradictory, and thus, there has been an inconclusive debate about their work orientation.eng
dc.description.abstractObjetivo – Na procura humana pelo significado, o trabalho ocupa uma posição central. A maioria dos adultos passa a maior parte das suas horas acordados no seu trabalho, o que deveria tornar o trabalho como uma fonte primária de propósito e significado. No campo do estudo do Comportamento Organizacional, esta dissertação enfoca o exame da orientação do trabalho dos Millennials (dinheiro, status ou propósito). Além disso, também explora como os quatro impulsores potenciais (Senso de pertencer, Sentido de unidade com os outros, Crescimento pessoal e Senso de impacto) afetam o trabalho significativo dentro da geração de Millennials. Metodologia – 158 millennials empregados em período integral foram estudados. Os dados foram recolhidos através de um questionário online. Resultados – A análise concluí que (1) os Millennials procuram um propósito e um sentido no trabalho (2) Millennials sobrevalorizam o propósito e o sentido do trabalho sobre o status e dinheiro (3) apenas o sentimento de pertença, crescimento pessoal e o sentimento de diferença e impacto afetam o trabalho significativamente (4) o sentimento de unidade para com terceiros parece não impactar o trabalho significativo dos Millennials. Finalmente, (5) o sentimento de diferença e impacto (gerar uma diferença no trabalho) é a motivação mais influente no trabalho. Limitações – Devido à falta de medidas sólidas em relação ao sentimento de propósito e significado no trabalho, uma futura pesquisa poderá ser desenvolvida de forma a criar medidas que projetam melhor o trabalho significativo de forma mais estruturada. Seria também interessante estudar a geração dos Millennials nos países em desenvolvimento, pois poderá complementar as resoluções e implicações teóricas e práticas da análise. Por fim, existem aspetos que ainda procuram resposta, por exemplo, o funcionamento do modelo em contextos diversificados, como indústrias, culturas organizacionais, bem como a análise da evolução do conceito ao longo do tempo. Aplicabilidade do trabalho – Os resultados revelam a importância de entender melhor a orientação para o trabalho desta nova geração - Millennials - bem como os fatores que aumentam o seu significado e o seu propósito no trabalho. Adicionalmente, esta dissertação servirá como complemento e uma ajuda adicional para os gerentes das empresas atingirem um propósito maior no trabalho para os seus colaboradores, mudando a forma como as práticas de negócios são abordadas, de modo a gerar uma situação beneficial para ambas as partes. Por outras palavras, os funcionários veram reunidos um conjunto completo de valores e motivações para trabalhar, onde por sua vez, a organização servirá como apoio na melhor aplicação desses valores e motivações, de modo a atingir os objetivos e ambições das duas partes. Originalidade – No entanto, até ao momento, nenhum estudo se focou em analisar as forças por detrás do trabalho significativo da geração dos Millennials. Dado isto, é importante mencionar que algumas pessoas veem o trabalho como um meio de sustento ou um mero status. Outros são levados a identificar o trabalho como um propósito primordial - realização pessoal e ajuda a terceiros. A pesquisa empírica existente é relativamente escassa em relação aos Millennials e às suas características, sendo que muitas vezes é confusa e contraditória. Consequentemente, esta discórdia gera um debate inconclusivo sobre o tópico do trabalho.por
dc.language.isoeng
dc.subjectMillennialseng
dc.subjectGenerationseng
dc.subjectPurposeeng
dc.subjectMeaningful workeng
dc.subjectWork Orientationeng
dc.subjectSense of belongingnesseng
dc.subjectSense of unity with otherseng
dc.subjectPersonal growtheng
dc.subjectSense of impacteng
dc.subjectGeraçãopor
dc.subjectPropósitopor
dc.subjectTrabalho significativopor
dc.subjectOrientação para o trabalhopor
dc.subjectSenso de pertinênciapor
dc.subjectSenso de unidade com os outrospor
dc.subjectCrescimento pessoalpor
dc.subjectSenso de impactopor
dc.titleThe Pursuit of purpose at work among millennialseng
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EBAPEpor
dc.subject.bibliodataGeração Ypor
dc.subject.bibliodataMotivação no trabalhopor
dc.subject.bibliodataOrientação profissionalpor
dc.subject.bibliodataRelações entre geraçõespor


Arquivos deste item

Thumbnail
Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples