Show simple item record

dc.contributor.advisorOrssatto, Renato João
dc.contributor.authorUehara, André Mishima
dc.date.accessioned2018-03-23T16:02:17Z
dc.date.available2018-03-23T16:02:17Z
dc.date.issued2018-02-20
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/20682
dc.description.abstractA inclusão da população da base da pirâmide ou Base-of-the Pyramid (BoP) como fornecedores ou produtores por empresas tem sido debatida na literatura como oportunidade de negócios que beneficiaria ambas as partes. Entretanto, diversos questionamentos sobre a viabilidade da inclusão devido as diversas barreiras enfrentadas pela BoP, como dificuldade de produção e transação, podem limitar o ganho econômico e social. Apesar disso, há evidências que apontam para atuações em que empresas incluem a BoP em suas cadeias de suprimento e conseguem gerar benefícios para si e para os demais atores envolvidos. Utilizando um estudo de caso único em profundidade com uma empresa do setor de embalagens, buscou-se entender como é realizada a criação de valor compartilhado na cadeia de logística reversa de empresas atuando com pessoas da base da pirâmide. Para isso, foram realizadas 14 entrevistas semiestruturadas que com diversos atores da cadeia como empresa focal, cooperativas de reciclagem e empresa de remanufatura. Os resultados indicam que ao transpor as diversas barreiras por meio de treinamentos nas cooperativas e investimentos nos demais elos, a empresa conseguiu criar valor compartilhado para toda a cadeia. A atuação em todos os elos levou a empresa a aumentar o seu percentual de reciclagem gerando maior valor para seu cliente e, ao mesmo tempo, teve impacto direto na base da pirâmide ao ajudar na melhora não só de rendimento dos catadores, mas também no seu empoderamento. Porém, a barreira criada por conflitos internos nas cooperativas foi vista como fator limitante para maior criação de valor. Com esses resultados, intende-se avançar com os estudos da base da pirâmide proposto por Prahalad e, ao mesmo tempo, unir o tema com estudos em logística reversa. Por fim, pretende-se contribuir para o avanço do debate sobre a viabilidade de ações socioambientais pelas empresas ao apresentar como as empresas têm feito essas ações de maneira a criar valor compartilhado.por
dc.description.abstractThe inclusion of the Base-of-the Pyramid (BoP) population as suppliers or producers by companies has been discussed in the literature as a business opportunity that beneficiates both parties. However, several issues on the viability of such inclusion due to the many obstacles faced by the BoP, like the production and transaction constraints, for example, can limit the social and economic gains. On the other hand, there is evidence showing situations in which companies include the BoP in their supply chains and can generate benefits for themselves as well as for the other parties involved. Using a study of a single in- depth case with a company in the packaging sector, we have tried to understand how the creation of shared value is carried out in the reverse logistics in companies working along with people of the BoP. For that, 14 semi structured interviews were carried out with several actors of the chain, such as the focus company, recycling cooperatives and remanufacturers. The results indicate that, when overcoming the many obstacles through training for the cooperatives and investments in the other links of the chain, the company managed to create shared value for the whole chain. The action in every link of the chain led the company to an increase in its recycling percentage, therefore generating more value to its customer and, at the same time, directly helping the BoP improve not only the income for informal collectors of recyclable waste, but also their empowerment. However, the constraint created by internal conflicts in the cooperatives was seen as an issue in the improvement of such value. With these results, the intention is to intensify the studies of BoP proposed by Prahalad and, at the same time, unify the literature with studies in reverse logistics. Finally, we contribute to the debate on the viability of social-environmental practices by presenting how companies have been applying such actions in order to create shared value.eng
dc.language.isopor
dc.subjectBase of the pyramideng
dc.subjectInformal collectors of recyclable wasteeng
dc.subjectCooperativeeng
dc.subjectValue creationeng
dc.subjectRecyclingeng
dc.subjectBase da pirâmidepor
dc.subjectCatadorespor
dc.subjectCooperativapor
dc.subjectCriação de valorpor
dc.subjectReciclagempor
dc.titleInclusão da população da base da pirâmide em sistemas de logística reversa: um estudo de criação de valor compartilhado na cadeia de reciclagempor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EAESPpor
dc.subject.bibliodataCooperativaspor
dc.subject.bibliodataLogísticapor
dc.subject.bibliodataValor adicionadopor
dc.rights.accessRightsopenAccesseng
dc.contributor.memberPereira, Susana Carla Farias
dc.contributor.memberSpers, Renata Giovinazzo


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record