Show simple item record

dc.contributor.authorEsteves, Egeu Gómez
dc.contributor.authorSilva, Cleberson Pereira da
dc.contributor.authorSpink, Peter
dc.date.accessioned2016-12-14T12:55:59Z
dc.date.available2016-12-14T12:55:59Z
dc.date.issued2016-09
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/17578
dc.description.abstractOs objetivos desta da pesquisa foram identificar, mapear e caracterizar os atores e as relações sociais que conformam e sustentam a economia solidária da Zona Sul de São Paulo. Os atores sociais em questão são cooperativas e associações de trabalhadores, caracterizadas aqui como Empreendimentos Solidários por serem, ao mesmo tempo, empreendimentos econômicos e agrupamentos solidários de trabalhadores/as. As relações sociais em questão, aqui designadas como Relações Solidárias, são aquelas que se configuram a partir dos empreendimentos solidários, das organizações sociais que os apoiam, bem como das empresas privadas e entes públicos com quem mantém relações geradoras de vínculos duradouros. Para alcançar os objetivos da pesquisa foram combinados três métodos participativos (pesquisa-ação participante, cartografia participativa e análise de redes sociais) para desenvolver um método de mapeamento participativo que fosse capaz de encontrar e situar nano-empreendimentos e relações sociais. A aplicação do método possibilitou que os participantes das treze 'oficinas de mapeamento' realizadas rememorassem, caracterizassem e localizassem no mapa 150 empreendimentos solidários atuantes na região. A transposição das informações dos mapas para uma plataforma de Análise de Redes Sociais (ARS), utilizando um software específico (Lynks), possibilitou identificar a presença de 229 relações solidárias, assim como de 20 organizações que atuam como conectores sociais no território. Por fim, foi realizada uma 'oficina de problematização' que possibilitou a interpretação coletiva dos resultados do mapeamento e da ARS, construindo conhecimento acerca de como as pessoas, organizações e empreendimentos se articulam em um mesmo território, como conformam redes de relações sociais perenes (relações solidárias), como organizam tanto atividades econômicas em rede (cadeias produtivas) quanto ações políticas em rede (movimentos reivindicatórios) e como promovem que algumas práticas sociais se difundam pelo território.por
dc.language.isopor
dc.relation.ispartofSérie documentos de trabalho;10
dc.subjectEconomia solidáriapor
dc.subjectAção públicapor
dc.subjectPesquisa ação participantepor
dc.subjectAnálise de redes sociaispor
dc.subjectM'Boi Mirimpor
dc.titleConexões da zona sul: levantamento participativo da economia solidária na zona sul da cidade de São Paulopor
dc.typeWorking Papereng
dc.subject.areaAdministração públicapor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EAESPpor
dc.subject.bibliodataBrasil - Política socialpor
dc.subject.bibliodataInclusão socialpor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record