Show simple item record

dc.contributor.advisorAlbertin, Alberto Luiz
dc.contributor.authorFeitosa, Douglas de Lima
dc.date.accessioned2016-05-09T13:16:35Z
dc.date.available2016-05-09T13:16:35Z
dc.date.issued2016-04-08
dc.identifier.citationFEITOSA, Douglas de Lima. Combinação social e construção de equipes: um estudo sobre os fatores relevantes para o processo de composição de equipes na educação executiva brasileira. Tese (Doutorado em Administração de Empresas) - FGV - Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2016.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/16499
dc.description.abstractTeam Composition is a recurring theme in different areas of knowledge. Researchers, practitioners and developers of information ystems (IS) are constantly seeking answers with regards to the steps and relevant variables of this process, which is considered complex. However, while some theoretical streams from organizational studies pursue the development of mathematical models, which reflect the relationship between team composition variables and team performance, emerging theories, such as Social Matching, add new elements to this discussion. Additionally, context-specific variables, like the ones found in Brazilian executive education, are also mentioned as having relevance for team building. Given the interest and variety of theoretical perspectives which address this phenomenon, this research sought to describe the teaching staff composition process and to identify the variables considered important on this process. An initial theoretical model was developed and applied considering multiple knowledge streams. Given the characteristics of the research question, exploratory and descriptive methodological approach was used, based on multiple case studies, carried out in four Brazilian higher education institutions which offer executive education courses. Data collection and data analysis were conducted considering methods proposed by Huberman and Miles (1983) and Yin (2010), com prising the use of a case study protocol, as well as the use of tables and charts, standardized in compliance with the proposed theoretical model. The results indicate mainly that: theories of social matching and education add elements which are relevant to understanding the team composition process; there are non-structured variables which are not considered in documents used to evaluate and to select professionals for teaching staff; and there are team composition variables which are only considered after the end of the first activity cycle. Based on empirical findings, the theoretical model was adjusted and displayed. Additional contributions, insights, limitations and proposals for future studies are presented in the conclusions chapter.eng
dc.description.abstractA composição de equipes é um tema recorrente em diferentes áreas do conhecimento. O interesse pela definição das etapas e variáveis relevantes desse processo, considerado complexo, é manifestado por pesquisadores, profissionais e desenvolvedores de Sistemas de Informação (SI). Todavia, enquanto linhas teóricas, oriundas dos estudos organizacionais, buscam a consolidação de modelos matemáticos que reflitam a relação entre variáveis de composição de equipes e o seu desempenho, teorias emergentes, como a de Combinação Social, acrescentam novos elementos à discussão. Adicionalmente, variáveis específicas de cada contexto, que no caso dessa pesquisa é a educação executiva brasileira, também são mencionadas como tendo relevância para estruturação de grupos. Dado o interesse e a variedade de vertentes teóricas que abordam esse fenômeno, essa pesquisa foi proposta para descrever como ocorre a construção de equipes docentes e identificar as variáveis consideradas relevantes neste processo. Um modelo teórico inicial foi desenvolvido e aplicado. Dada a característica da questão de pesquisa, foi utilizada uma abordagem metodológica exploratório-descritiva, baseada em estudos de casos múltiplos, realizados em quatro instituições de ensino superior brasileiras, que oferecem cursos de educação executiva. A coleta e a análise de dados foi norteada pelos métodos propostos por Huberman e Miles (1983) e Yin (2010), compreendendo a utilização de um protocolo de estudo de caso, bem como o uso de tabelas e quadros, padronizados à luz do modelo teórico inicial. Os resultados desse trabalho indicam, majoritariamente, que: as teorias de Combinação Social e as teorias de Educação adicionam elementos que são relevantes ao entendimento do processo de composição de equipes; há variáveis não estruturadas que deixam de ser consideradas em documentos utilizados na avaliação e seleção de profissionais para equipes docentes; e há variáveis de composição que só são consideradas após o fim do primeiro ciclo de atividades das equipes. Com base nos achados empíricos, a aplicação do modelo teórico foi ajustada e apresentada. As contribuições adicionais, as reflexões, as limitações e as propostas de estudos futuros são apresentadas no capítulo de conclusões.por
dc.language.isopor
dc.subjectCombinação socialpor
dc.subjectEducação executiva brasileirapor
dc.titleCombinação social e construção de equipes: um estudo sobre os fatores relevantes para o processo de composição de equipes na educação executiva brasileirapor
dc.typeThesiseng
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EAESPpor
dc.subject.bibliodataEquipes de ensinopor
dc.subject.bibliodataCorpo docentepor
dc.subject.bibliodataAdministração de empresas - Estudo e ensinopor
dc.subject.bibliodataDesempenhopor
dc.contributor.memberReinhard, Nicolau
dc.contributor.memberZilber, Moisés Ari
dc.contributor.memberFreitas, Maria Ester de
dc.contributor.memberMeirelles, Fernando de Souza


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record