Show simple item record

dc.contributor.advisorVergara, Sylvia Constant
dc.contributor.authorRocha, Roger Luz da
dc.date.accessioned2015-11-26T12:28:27Z
dc.date.available2015-11-26T12:28:27Z
dc.date.issued2015-09-29
dc.identifier.citationROCHA, Roger Luz da. Jogos digitais como estratégia de aprendizado: uma proposta de aplicação para o ensino da administração pública. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração Pública) - FGV - Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2015.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/14261
dc.description.abstractO estudo objetivou dimensionar o valor estratégico dos Serious Games e da Gamificação como alternativas pedagógicas em favor do aprendizado sobre Gestão Pública. De cunho exploratório e descritivo, o estudo, visa fornecer algum conhecimento sobre ferramentas alternativas de apoio ao ensino da Gestão Pública, tomando o papel dos jogos digitais como instrumentos contributivos aos educadores. A metodologia aplicada é fenomenológica, pois buscou extrair significados por intermédio dos sujeitos, a fim de obter uma maior compreensão do fenômeno de aprendizagem baseada em jogos digitais. A investigação foi conduzida por pesquisas bibliográficas e de campo, na qual a coleta de dados foi obtida por meio de entrevistas por pautas. Ao todo, a amostra contemplou 18 sujeitos envolvidos com games em educação, baseando-se em três critérios: pesquisa, desenvolvimento e aplicação. Foram analisados artigos e publicações de autores brasileiros, constatando-se a baixa produção sobre o tema, principalmente, de cunho qualitativo sobre ao assunto. Além disso, observou-se uma presença de livros e publicações em língua inglesa muito superior às produções nacionais, por essa razão, a pesquisa buscou ampliar a discussão sobre o tema. Como resultados das entrevistas, foram destacados benefícios cognitivos, pedagógicos, interacionais com base nas teorias interacionistas de Vygotsky e Piaget, nas quais os jogos digitais formam espaços de aprendizagem e interação, cabendo, contudo, aos educadores, a escolha de empregá-los ou não em salas de aula. Os resultados também revelam alguns problemas de implementação, tais como: (1) falta de investimentos em treinamento dos professores, (2) falta de infraestrutura nas instituições de ensino, (3) integração curricular, (4) acesso à infraestrutura/tecnologia em comunidades ribeirinhas fora dos grandes centros urbanos, (5) adequação ao público-alvo, pois nem todos os estudantes se interessam por jogos eletrônicos. Ao final, iniciativas do MEC têm propiciado a busca de novas ferramentas e tecnologias que venham a incrementar as práticas pedagógicas, e nesse sentido, os jogos digitais adequam-se a esta realidade exigida, pois trazem consigo novas reflexões acerca do ensino, do papel dos professores, e de novas possibilidades no ensino de Gestão Pública. O valor estratégico dos games revela-se como uma ferramenta pedagógica propiciadora de espaços de aprendizado alicerçados em: interatividade, imersão e interconectividade, responsáveis por tornarem os aluno sujeitos ativos no processo educacional.por
dc.language.isopor
dc.subjectEducação - Brasilpor
dc.subjectTeoria dos jogospor
dc.subjectMétodos de simulaçãopor
dc.subjectAdministração pública - Estudo e ensinopor
dc.titleJogos digitais como estratégia de aprendizado: uma proposta de aplicação para o ensino da administração públicapor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaAdministração públicapor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EBAPEpor
dc.subject.bibliodataAdministração pública - Estudo e ensinopor
dc.subject.bibliodataMétodos de simulaçãopor
dc.subject.bibliodataTeoria dos jogospor
dc.contributor.memberOliveira, Fátima Bayma de
dc.contributor.memberVillardi, Beatriz Quiroz


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record