Show simple item record

dc.contributor.advisorMotta, Paulo Roberto
dc.contributor.authorBorges, Alex de Almeida
dc.date.accessioned2015-02-05T11:36:33Z
dc.date.available2015-02-05T11:36:33Z
dc.date.issued2014-12-18
dc.identifier.citationBORGES, Alex de Almeida. Uma análise endógena do sistema de defesa civil do estado do Rio de Janeiro no bilênio 2012-2014 sobre a ótica das relações político administrativo. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração Pública) - FGV - Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2014.por
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/13302
dc.description.abstractThe increase in the number of natural disasters, as well as their social and economic effects, in recent years, has raised a larger collection, by the media, population and control organs, in the members of the Civil Defense system on the reduction of their effects on society, given that the same has been increasingly overwhelming. To this end, the research analyzes the screen because of the Civil Defense system, historically, have focused their actions, programs and public policies on disaster management, i.e. in the response and recovery at the expense of disaster risk management, i.e. on prevention, preparedness and mitigation of the same, given that the same cannot be avoided, but its effects Yes decreased.This arrangement is studied from the literature review, interviews and field visits. Thus, it was found that the resposabilização ratio and Reduction of risk of disasters that the higher the enforcement and accountability greater and consistent are the number of actions, programmes and public policies aimed at prevention, preparedness and mitigation, i.e. for disaster risk reduction management.eng
dc.description.abstractO aumento do número de desastres naturais, bem como dos seus efeitos sociais e econômicos, nos últimos anos, tem ocasionado uma cobrança maior, por parte da mídia, população e órgãos de controle, nos integrantes do sistema de Defesa Civil quanto à redução dos seus efeitos na sociedade, dado que os mesmos têm sido cada vez mais avassaladores. A presente pesquisa faz uma análise endógena do sistema de Defesa Civil no estado do RJ sob a ótica das Ciências Política no período de 2012-2014, dado a promulgação da Lei n0 12.608 de 10 de abril de 2011. Para tal, a pesquisa em tela analisa o porquê do sistema de Defesa Civil, historicamente, ter focado as suas ações, programas e políticas públicas na gestão dos desastres. Isso é, na resposta e recuperação em detrimento da gestão do risco de desastre, ou seja, na prevenção, preparação e mitigação dos mesmos, vez que o mesmo não pode ser evitado, mas os seus efeitos sim minorados. Este arranjo é estudado a partir de revisão da literatura, de entrevistas e de visitas de campo. Assim, verificou-se que na relação responsabilização e Redução de Risco de Desastres quanto maior o enforcement e a accountability maiores e consistentes serão o número de ações, programas e políticas públicas voltadas para a prevenção, preparação e mitigação para a gestão da Redução do Risco de Desastres.por
dc.language.isopor
dc.subjectRedução de risco de desastrespor
dc.subjectResponsabilizaçãopor
dc.subjectPolíticapor
dc.subjectCivil defenseeng
dc.subjectDisaster risk reductioneng
dc.subjectAccountabilityeng
dc.subjectPolicyeng
dc.subjectDefesa civilpor
dc.titleUma análise endógena do sistema de defesa civil do estado do Rio de Janeiro no bilênio 2012-2014 sobre a ótica das relações político administrativopor
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaAdministração públicapor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EBAPEpor
dc.subject.bibliodataDefesa civilpor
dc.subject.bibliodataAdministração de riscopor
dc.subject.bibliodataPolíticas públicaspor
dc.subject.bibliodataCatástrofes naturais - Política governamentalpor
dc.subject.bibliodataPrevenção de calamidades públicaspor
dc.contributor.memberZouain, Deborah Moraes
dc.contributor.memberSalles, Denise Medeiros Ribeiro


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record