Show simple item record

dc.contributor.advisorLinhares, Alexandre
dc.contributor.authorSouza Junior, Luiz Carlos Victorino de
dc.contributor.otherZanini, Marco Tulio Fundão
dc.contributor.otherSilva, Jarbas dos Santos
dc.date.accessioned2013-03-27T19:42:55Z
dc.date.available2013-03-27T19:42:55Z
dc.date.issued2011-07-08
dc.identifier.citationSOUZA JUNIOR, Luiz Carlos Victorino de. Primed and prejudiced: the Kurantha-Bothata study. Dissertação (Mestrado em Gestão Empresarial) - FGV - Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2011.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10438/10669
dc.description.abstractThe peer review system is a core tenet of scientific publishing, as it intends to select the studies that advance knowledge. However, there have been questions concerning biases in peer review. One example amongst many is given by the essay 'Lost science in the third world' (GIBBS, 1995), which argues that there is serious bias concerning an author's address. Though there is some empirical evidence to back this statement, our knowledge of such biases, however, is limited, as few controlled studies have been provided in the literature. In this work, we have conducted an experiment, in which subjects were assigned the task of reviewing a manuscript lacking any author identification, except for a small footnote acknowledging financial support from an agency that does not exist. Under one condition, the funding agency's name is associated with the African continent, while on another condition, the agency's name is associated with the European continent. Our experiments do provide some support for the author's-bias-hypothesis.eng
dc.description.abstractO sistema de peer review é uma ferramenta fundamental nas publicações científicas, cujo objetivo é selecionar os estudos que contribuem para o avanço do conhecimento. No entanto, questionamentos tem surgido acerca de vieses no sistema de peer review. Um exemplo é o estudo 'Lost science in the third world' (Gibbs, 1995), que afirma existirem sérios vieses em relação à origem dos pesquisadores. Ainda que haja evidências para suportar esse argumento, nosso conhecimento acerca de vieses no sistema de peer review ainda é limitado, já que poucos estudos controlados podem ser encontrados na literatura. No presente trabalho, foi realizado um exeprimento no qual os sujeitos deveriam avaliar um artigo sem qualquer identificação de autoria, exceto por uma nota de rodapé onde constava o nome da instituição fictícia que financiou a pesquisa. Sob uma condição, o nome da agência financiadora é associado com o continente africano, enquanto na outra condição, o nome da agência é associado ao continente europeu. Os resultados dão indícios de que possa haver um viés relacionado às origens do autor.por
dc.language.isoeng
dc.subjectPrimingeng
dc.subjectPeer revieweng
dc.titlePrimed and prejudiced: the Kurantha-Bothata studyeng
dc.typeDissertationeng
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EBAPEpor
dc.subject.bibliodataRevisão pelos parespor
dc.subject.bibliodataPublicações acadêmicas - Avaliaçãopor


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record